Paris

Quando se pensa em lua de mel, um dos primeiros destinos que vem a mente é a cidade-luz. Com suas ruas cheias de charme, Paris atrai mais de 27 milhões de visitantes por ano, segundo a prefeitura da cidade. Mas o que ela tem de tão mágico, que atrai tantas pessoas?

Cada um destes de turistas terá uma resposta: seja pela história, de uma cidade fundada há mais de 700 mil anos, na antiga Lutetia, onde hoje fica o coração da cidade, a Île de la Cité; seja pela cultura, onde muito do que conhecemos hoje de regimes democráticos teve início; seja pela gastronomia, aclamada pelo mundo, em que cada refeição é um acontecimento; seja por seus queijos, vinhos, moda… eu poderia ficar aqui enumerando diversos motivos para se visitar uma única cidade, dentro de um país maravilhoso. Sem dúvida, após passar por Paris, você terá o seu próprio motivo, e se for como a maioria, irá sempre querer voltar!

Informações básicas

Paris fica no centro da Île de France, uma das regiões com menor precipitação da França. As temperaturas são amenas, apesar de para nós brasileiros ser considerado um pouco frio no seu inverno. As mínimas podem descer abaixo de zero em janeiro, e as máximas, perto dos 30 graus, em agosto.

Os melhores momentos para visitar Paris são no final da primavera, começo do verão (maio e  junho) e no fim do verão, começo do outono (setembro e outubro), quando o clima fica ameno e perfeito para passear, dar uma volta, simplesmente andar sem destino pela cidade, que é um museu a céu aberto.

Torre Eiffel e Les Invalides

A moeda oficial é o Euro e o maior custo que você terá será com acomodações. Sendo uma cidade antiga, a maioria dos hotéis são antigos e pequenos, muito pequenos! Dica: cuidado ao fazer reservas, alguns hotéis podem parecer mais baratos que outros, mas pode ser porque o banheiro não é privativo e sim compartilhado! O barato pode sair caro!

Onde ficar

Uma regra básica: tente sempre ficar perto de estações de metrô, para  agilizar a locomoção. A cidade está dividida em arrondissements, o equivalente aos nossos bairros, que são cercados por um anel viário, o Boulevard Périphérique. Os bairros com os números menores estão mais perto do centro e os com números maiores, mais distantes. Se possível, invista em um quarto de hotel que lhe permita ficar perto das chamadas ilhas centrais, pois as principais atrações ficam no centro e, como mencionei antes, caminhar é um dos grandes prazeres de Paris. E sim, você irá caminhar!

Como se locomover

Você chegará a cidade em um dos dois aeroportos: Charles de Gaule ou Orly, ambos fora do centro da cidade mas que contam com várias maneiras para chegar ao centro. São elas:

Ônibus Air France – levam os passageiros para vários pontos da cidade (independente da companhia área que você usou para chegar à França), sendo uma boa opção para chegar até o centro da cidade. Depois, você pode pegar um táxi ou usar o metrô para chegar ao seu destino final.

Trem-metrô – RER (ou como os parisienses o chamam, err-ô-err) juntamente com o métro, ou o metrô parisiense. Esta opção é para os aventureiros, pois primeiro você precisa estudar o mapa de Paris e o mapa do metrô/trem para saber onde vai descer, e segundo porque você precisará carregar suas malas e a maioria das estações não facilita o seu trabalho, com enooormes escadarias. Fazer isso depende muito do seu humor e disposição em carregá-las de um lado para outro. De qualquer forma, se for chegar perto do horário de rush (8 a 9 da manhã ou 5 a 6 da tarde), pense em um meio de transporte alternativo. Carregar as malas e ainda evitar os parisienses, será uma árdua tarefa!

Táxi – a maneira mais tranquila de se chegar ao centro. Se a única palavra em francês que sabe falar é abajur, escreva o endereço para o seu motorista, com o nome do hotel, bairro, rua, número e CEP. Muitos falam uma segunda língua – muitas vezes até o português por conta da proximidade com Portugal, mas não conte com isso!

Traslado contratado – existem várias empresas que te buscam no aeroporto e te levam ao seu hotel. Você encontra as empresas ao final do post.

Paris conta com uma malha metroviária extensiva, e você pode contar com o metrô para fazer absolutamente tudo. Mesmo para voltar à noite de um jantar, você pode ficar tranquilo (se estiver dentro do Boulevard Péripherique) e andar de metrô e a pé. Cuidado apenas com os horários do transporte, para não ser surpreendido por uma estação fechada. Lembre-se sempre de tomar cuidado com seus pertences nas estações de metrô e lugares com grande concentração de pessoas. Todo cuidado é pouco!

Se for ficar por uma semana em Paris, talvez valha a pena adquirir a Carte Navigo, um tipo de bilhete único que lhe permite andar ilimitadamente pelos meios de transporte da Cidade. Dica: você precisará de uma foto 3×4. E cuidado com os dias da semana que chega em Paris. Se chegar muito ao final da semana, pode não valer a pena ou você pode ficar sem poder usá-la por alguns dias (se comprar em uma quinta, por exemplo, ela só fica habilitada na meia noite do domingo). Neste link, você encontra as principais informações sobre os meios de transporte em Paris.

Indicações de translado: estas indicações vieram do blog da Lina, o Conexão Paris. Este blog é o melhor no quesito Paris, e também conta com várias dicas de outras viagens ao redor da cidade-luz. Vale a pena navegar bastante nele antes de viajar.

Os dois sites indicados abaixo, não só fazem o translado entre o aeroporto e o seu hotel mas também montam passeios especiais para diversos destinos ao redor da cidade:

França entre amigos

Telma France Cruise

Espero que tenham gostado das dicas!

Bon voyage et au revoir!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s